domingo, 1 de setembro de 2013

NATUREZA, FUTURO

José de Arimatéa dos Santos
A natureza é bela e sábia. Tantos lugares de uma beleza incomensurável e que a todo instante é importante reverenciar. Além disso, completa todo um quadro perfeito entre os animais, plantas e fenômenos naturais. Quando digo quadro perfeito estou se referindo a grande necessidade da exploração por parte dos seres humanos das riquezas naturais, porém com muito cuidado para não influenciar em todo o processo bioquímico do planeta.
A preservação das florestas, o cuidado com o lixo e com a água são fatores que aliados aos menores impactos das indústrias ao meio ambiente, fazem com que a humanidade e demais seres vivos tenham um futuro em que os recursos naturais estejam presentes para a exploração com sustentabilidade e que a distribuição dessas riquezas sejam equânimes e de uma forma que não exista mais tanta desigualdade social no mundo.
Só assim para ter alguma lógica a existência dos seres humanos pela face da terra. É sabido que o ser humano é um predador voraz por natureza e assim só com a consciência ecológica para que se pense no futuro pelo menos igual ou melhor que no presente que vivemos. Outro dia li um pensamento que resume toda essa minha ladainha. Mais ou menos diz que tudo que usufruímos da natureza em nossa breve existência, significam tão somente empréstimos e quem realmente é dona de tudo que aí está são as gerações que estão por vir. Portanto, explorar com cuidado, pois os verdadeiros donos do planeta são os nossos descendentes. Vamos pensar no futuro.

Um comentário:

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite
Arimatéa
Como vai? Comigo, bem!
Bela "resenha"...
é um caso sério, a ideia que o ser humano predador voraz tinha, é que havia infinidade de recursos e abundante,isso o levou durante séculos a depredar a natureza e interferir no seu equilíbrio ambiental. Hoje, tem crescido a necessidade da humanidade compreender como o ciclo ambiental funciona, pois o futuro de nossa sociedade, realmente, está na dependência do próprio homem aprender a viver sem danificar a natureza, já que o ser humano sempre transforma e desperdiça mais recursos naturais do que o meio ambiente consegue repor,e alguém vai ter que "pagar a conta"...infelizmente, nossos filhos e netos ( quem sabe bisnetos).
Agradeço pelo carinho da visita
Bela semana
Abraços