domingo, 2 de maio de 2021

BRASIL TRISTE

 Antes de entrar na farmácia sou parado por uma senhora com um papel na mão e uns paninhos de prato. Entro na farmácia e na saída a mulher fala que os paninhos de pratos são vendidos a 10 reais e é para ajudá-la no parto. Compro um paninho e ao atravessar a rua e já noutra calçada outra senhora pede dinheiro pra comprar remédio. 

Eis o Brasil da atualidade que alguns tentam maquiar e jogar os problemas pra debaixo do tapete. E ainda culpam o passado situações de agora. Um país triste e um povo cada vez mais sofrido pela Covid-19 e mais ainda pela carestia e cada vez difícil de se viver nesse Brasil.

A crise econômica já vem desde antes da pandemia. Piorou com essa situação pandêmica que já entrou no segundo ano. Além da crise pré-pandemia não ser bem administrada com a pandemia tudo piorou. O governo federal menosprezou o coronavírus e sempre incentivou a população a se infectar e condenar as medidas de restrição implantadas por prefeitos e governadores.

Essa situação de pedintes perambulando pelas ruas lembra o quadro dos anos de ditadura civil-militar onde devido a crise econômica, além do desemprego muitos brasileiros veem a cara da fome. E agora é pior. É a fome e a morte causada pelo coronavírus.

É uma situação que tem que mudar. Faz-se necessárias medidas como as que foram anunciadas pelo governo americano na semana passada. Proteger os mais pobres com o incentivo do emprego, renda e vacinas. Caminhos para sair da crise existem. Basta quem foi eleito pra resolver os problemas comece a se mexer e mostrar serviço. O Brasil precisa sair dessa e urgente!

domingo, 11 de abril de 2021

domingo, 4 de abril de 2021

DISTANCIAMENTO SOCIAL

É preciso promover o distanciamento social, no entanto liberam igrejas para cultos presenciais. Fato preocupante devido ao aumento de casos provocados pelo coronavírus. O Brasil caminha mais ainda pro fundo do poço, pois as medidas são tomadas a reboque de pressões de grupos reacionários e a favor do vírus. A ciência diz que é preciso promover cada vez mais o distanciamento social para  conter a violência de contaminação do coronavírus. No entanto parece que não veem a grave situação que vivemos onde o Brasil bate recordes diários de mortes por Covid-19. Não será assim que se conterá esse vírus.

Igreja é qualquer lugar onde o fiel estiver. E Deus está em todos os lugares. No tempo tecnológico que vivemos as igrejas podem transmitir ao vivo suas missas e/ou cultos. Não se faz necessária a aglomeração e a presença física dos fieis nos templos. E mais ainda, além das igrejas não é recomendável nenhum tipo de aglomeração. Sejam nos bares, praias, rios ou de qualquer espécie.

Infelizmente o governo Bolsonaro não se planejou, não quis comprar as vacinas no devido tempo e aí está milhares de famílias a sofrer perdas de entes queridos. Os governadores e prefeitos desde o início da pandemia lutam pela vida de seus cidadãos. Agora o presidente da República faz o contrário. Quem sofre é o país com números tenebrosos que assustam a todos e ao mundo.

Faz-se necessárias medidas restritivas de circulação de pessoas, acelerar a vacinação e ajudar os médios e pequenos empresários e um auxílio emergencial para os trabalhadores de pelo menos 600 reais. É preciso e urgente a união de todos os governos para conter essa doença. E pra já!

domingo, 28 de março de 2021

domingo, 21 de março de 2021

GOVERNAR É PLANEJAR

Muitos países e governados por matizes diferentes quanto a ideologia política, planejaram as suas ações na compra das vacinas que imunizam contra o coronavírus. Alguns compraram até mais do que necessitava. Seguem velozmente vacinando seus povos, pois a sabedoria é que só a imunização e outras medidas para a retomada da vida. E nisso tudo a economia desses países tem como começar a se recuperar.

Infelizmente não vimo esse quadro acima no Brasil. Governado por um presidente negacionista quanto as recomendações da ciência, ficou para trás. As consequências são catastróficas. É o que se ver a curva de mortes a subir. Um quadro dantesco.

Desde o início dessa pandemia muitos governadores e prefeitos viram a gravidade da situação e arregaçaram as mangas e tentaram e ainda tentam proteger a população. Pena que o maior governante da nação foi por outro caminho. Preferiu apostar em remédios, sem eficácia comprovada pela ciência, e a todo instante verdadeiramente sabota medidas de governadores e prefeitos.

O Brasil agora corre contra o tempo ao procurar comprar vacinas. É difícil, pois as vacinas foram planejadas pelos países no ano passado. Esperar que se mude essa situação e o Brasil consiga comprar esses imunizantes para começar a reverter essa tragédia. Tragédia que foi anunciada e o mandatário maior da nação preferiu deixar a população a própria sorte. Esperar que dias melhores venham e só vem com a vacinação em massa.

domingo, 14 de março de 2021

RO É RONDÔNIA

 

Margens do rio Madeira - Porto Velho (RO)
Foto: José de Arimatéa dos Santos

O estado de Rondônia faz parte da região norte do Brasil. Muitas vezes, acredito por ignorância, confundem Rondônia com Roraima. Quantas reportagens da grande imprensa não fazem confusão com esses dois importantes lugares do Brasil.

Rondônia tem como capital Porto Velho e de uma importância econômica e estratégica quanto ao meio ambiente. Avançam sobre a floresta amazônica setores agropecuários e exploração mineral, no entanto se faz necessária a preservação das florestas e da vida indígena.

Não se desenvolve destruindo um patrimônio ecológico tão grandioso para o planeta como a Amazônia. É preciso aliar o progresso com a preservação do meio ambiente. O estado de Rondônia tem uma grande área que necessita que se preserve. Não se pode avançar sobre áreas com uma biodiversidade incrível.

Rondônia também é um estado que exporta energia elétrica pra várias partes do país. As usinas hidrelétricas do rio Madeira contribuem para o progresso do país. E isso é importante pra essas bandas de cá e mais investimentos são necessários para a indústria desse estado.

A sigla de Rondônia é RO. Simples. Roraima é RR. É também um importante estado do Brasil e da região Amazônia. O que descrevi acima sobre Rondônia, cabem muita coisa para Roraima. Rondônia e Roraima são estados importantes e merecedores de respeito e mais desenvolvimento social, econômico e principalmente desenvolvimento com respeito a ecologia.

domingo, 7 de março de 2021

NATUREZA: REVER CONCEITOS

 

José de Arimatéa dos Santos

Nessa crise do coronavírus, observa-se que é tão importante a humanidade rever conceitos a respeito do meio ambiente. Da forma que se explora o meio ambiente atualmente, as consequências podem até ser piores do que dessa pandemia atual.

Nesse último ano de 2020 as notícias, além da Covid-19, foram de desmatamentos e queimadas na Amazônia e no Pantanal. O Brasil precisa reforçar as leis de proteção ao meio ambiente. Cumprir a legislação. Nada de minimizar, pois os predadores do meio ambiente estão firmes e forte na destruição da natureza.

A natureza está aí para ser explorada, para nos dar o alimento e riquezas que melhoram a nossa vida. No entanto é tão necessária a parcimônia e o cuidado nessa exploração. “Não se pode ir com muita sede ao pote”.

Está provado que essas epidemias e pandemias têm origem na forma como a humanidade explora o meio ambiente. Merecemos, todos nós, vivermos num ambiente equilibrado, onde a natureza nos proporcione saúde e riqueza para todos.

É importante a discussão e o questionamento dessa forma predatória que o homem explora a natureza e mudar esse caminho. Somente a sustentabilidade ambiental para que um novo tempo aconteça. Com o devido e necessário respeito a natureza.

domingo, 28 de fevereiro de 2021

VENCER E CONVENCER

Imagem: Google Images

Primeiramente não desmereço em hipótese nenhuma a vitória dos campeões, pois a vitória no futebol é incontestável no número de gols e pontos. Vence quem faz mais gols e/ou quem faz mais pontos no final do campeonato.

Agora o que se viu ultimamente foi a falta do futebol. Na conquista do Palmeiras na Copa Libertadores da América a final foi melancólica quando analisamos o futebol praticado nas quatro linhas de um dos maiores templos do futebol. Venceu. Todos os méritos pros campeões, no entanto o futebol fez falta.

E agora no meio da semana o Flamengo foi campeão perdendo a partida final de um campeonato de 38 rodadas. Alguns falam de 38 finais. Não deixa de ser verdade cada partida ser uma final. Mesmo sem o glamour de uma final como a que o Palmeira venceu.

No final do campeonato Brasileiro da série A prevaleceu o campeão ser o Flamengo que atualmente tem o melhor elenco. No entanto só veio liderar o campeonato no final do campeonato. Até aí tudo bem. O que faltou foi futebol. Os demais 19 times não apresentaram a competência do Flamengo e está em boas mãos o título de 2020.

Faz-se necessário que o futebol brasileiro melhore e muito, pois basta observar as participações da seleção brasileira nas últimas copas do mundo. Não apresenta futebol convincente e nos campeonatos tupiniquins segue essa falta de futebol. Esquemas táticos e tudo mais. Evolução. Falta associar esses esquemas táticos com o futebol. Com o futebol brasileiro! 

domingo, 21 de fevereiro de 2021

DEMOCRACIA, LIBERDADE

 

A democracia significa um sistema político onde a liberdade é a base principal para a convivência dos contrários. Só que essa liberdade tem as suas amarras, contrapesos, cabrestos. Cada cidadão é responsável por seus atos e falas. Posso criticar ou elogiar um político. Sem problemas. Devemos respeitar as instituições que formam a República: o executivo, legislativo e judiciário.

Não podemos ir contra as liberdades. Não podemos pedir ditadura. Seja de que linha for. É preciso reforçar e assegurar as liberdades, a democracia, contudo uma democracia justa, fraterna e solidária. Que todos tenham oportunidades. Acabar de vez com essa abissal desigualdade brasileira.

O Brasil é um país que tem todas as possibilidades de dar certo. Não é possível aceitar que alguns tenham quase tudo e uma maioria da população não tenha quase nada. O desequilíbrio é incrivelmente perene e presente no dia a dia da nação. Um outro caminho é possível.

Por fim é necessário o respeito as liberdades onde cada um tenha sua opinião, dentro dos limites da lei, e respeite quem pense diferente. No entanto no debate salutar do respeito e dentro de números onde se leve ao desenvolvimento e crescimento para todos os brasileiros.

domingo, 14 de fevereiro de 2021

DOMINGO DE CARNAVAL

 
Fonte da imagem: Google Images

O carnaval é a alegria do brasileiro. Momento de extravasar tantos problemas do dia dia e alguns brincam que o ano só começa após os festejos mominos. Parece que nem começamos o ano novo, pois a pandemia continua, infelizmente, e as vacinas estão a passos de tartaruga. Fruto da incompetência do governo Bolsonaro o qual tem como ministro da saúde um "especialista" em logística. Só que não.

É um carnaval que os foliões devem ficar em casa. Fazer a folia dentro de casa e sem aglomerar, pois assim ajudaremos no combate a esse vírus tão traiçoeiro e perigo. É preciso conter essa doença. E o carnaval caseiro ajuda nessa luta.

O carnaval é uma festa cultural e é uma indústria com rendimentos para uma cadeia produtiva muito importante que devido as restrições da pandemia está parada. Festa conhecida e reverenciada no mundo inteiro pela criatividade e características intrínsecas ao brasileiro. Cidades como o Rio de Janeiro, Recife, Olinda, Salvador e São Paulo, além de quase todas as cidades brasileiras ganham com essa festa. Movimentam a economia.

Neste 2021 a ordem e o bom senso prevaleceram e o carnaval foi cancelado. Os motivos todos nós sabemos. Devido a pandemia do coronavírus que varre o mundo e deixa o rastro de muitas mortes e contaminações. A ordem sanitária é não se aglomerar e se cuidar com a limpeza das mãos e álcool gel. Usar máscara. Não faz mal não ter um carnaval. Tem é que se precaver para sobreviver e são e salvo comemorar o carnaval do ano que vem vacinado e feliz.

Que assim seja o carnaval da saúde e felicidade em está vivo. Todo ano tem carnaval. E um ano não ter não será o fim. Precaver. precaver. E viver, viver para que logo acabe essa pandemia com toda a população vacinada, imunizada. E logo a vida fazer dos próximos carnavais os melhores para se viver.

domingo, 7 de fevereiro de 2021

O FUTEBOL

 

Imagem retirada do Google Images

A criança sempre tem a fascinação pela bola. Toda criança ao ver uma bola já quer brincar e chutar. Essa é uma das coisas mais naturais do ser humano. E aqui no Brasil estamos acostumados a ter os grandes jogadores de futebol. Sejam no masculino e no futebol feminino onde Marta é considerada uma das grandes jogadoras do esporte.

Já foi o tempo do camisa 10. Época vinda de Pelé e depois de Rivelino, Zico e outros grandes atletas do futebol brasileiro. Esses três jogadores citados são de um tempo que não existia canal de tv a cabo. Tudo passava nos canais abertos e pouquíssimo jogo de futebol. Escutava-se mais o rádio e se liam as notícias esportivas pelos jornais e pela revista Placar. As notícias não borbulhavam como acontece hoje.

Um jogo de futebol pela tv ao vivo ou compacto ou ainda aquele campeonato de amadores no campinho na esquina, no bairro e em todas as cidades movimentavam os acontecimentos futebolísticos. E posso dizer sem saudosismo que eram grandes jogos. Futebol bem jogado e o aparecimento de novos Rivelinos, Zicos, grandes jogadores.

Foi frustrante o jogo jogado de Santos x Palmeiras, no Maracanã na decisão da Libertadores da América. Não houve jogo de futebol. Coisa raríssima num passado não tão longe como o descrito acima. E Santo x Palmeiras não é exceção, infelizmente. Repetem-se Brasil e mundo a fora, e mesmo na europa, jogos ruins de se ver. Aqui ou ali se destacam as jogadas de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

Quem gosta do futebol bem jogado, do improviso do jogador diferente sempre tem a esperança e brilha os olhos numa jogada bem feita. No drible que desmonta aquele esquema tático rígido e até então intransponível. No gol. Esse é o futebol que a criança desde que tem contato com a bola pela primeira vez se delicia e que o futebol melhore e volte a “encher os olhos” de todos os torcedores.


domingo, 31 de janeiro de 2021

JUSTO O TÍTULO DO PALMEIRAS

 

Foi uma decisão sem emoção. Quando começou a peleja vi que as emoções ficaram um dia antes nas decisões da série B do campeonato Brasileiro de futebol. A Chapecoense foi campeã da mesma forma que o Palmeiras: no apagar das luzes. No final de tudo. Só que até o time de Chapecó fazer o gol quem era até aquele momento campeão era o América Mineiro.

Numa decisão tão importante pena que o futebol ficou em segundo plano. Um jogo muito disputado e muito rígido quanto aos esquemas táticos. Quase nenhuma criatividade. Faltaram aqueles jogadores de criação, do improviso e que num lance criam chances reais para os companheiros do ataque.

A torcida do alviverde comemora mais um título e o que interessa é que são os campeões de futebol na América do Sul. Olha como é pomposo ser campeão da “Libertadores da América”.

Voltando ao início, faltou emoção e um jogo mais bonito por parte das duas equipes. No entanto decisão tem dessas coisas. Nervosismo e aliado a pouca qualidade futebolística de muito dos jogadores. O que deixou feia a decisão foi aquela aglomeração de torcedores e muitos sem máscara nas cadeiras do Maracanã em meio a uma pandemia.

Merecido o título para o Palmeiras que chega ao seu segundo título de Libertadores da América. O Palmeiras é um clube tradicional e todos os parabéns vão para sua imensa torcida por todo essa Brasil!

domingo, 24 de janeiro de 2021

FURA FILA E AFINS

 Desde a época das eleições de 2018 as notícias falsas (fake news), espalhadas principalmente pelo WhatsApp, têm se destacado. Nessa pandemia debocham criminosamente da Covid-19 e que seguem as falas e atitudes incorretas do presidente da República Jair Bolsonaro. E quanto as vacinas falam absurdos, mentiras. Que modificam o DNA e até "vira jacaré" quem se imunizar. E pra deixar o quadro mais sombrio há quem acredite em todas as baboseiras propagadas. No entanto nesse início de vacinação se observa que boa parte dos opositores da vacina furam fila e políticos conservadores e disseminadores de mentiras são fotografados com as autoridades de saúde. Esperar coerência dessa turma é esperar muito. Propagam mentiras e falam num tal de "tratamento precoce" (sem nenhuma comprovação científica) e logo adiante desmentem e agora deixam ser fotografados com a vacina. Negacionismo criminoso que transformou o Brasil num país com altos índices de contaminação e mortes. E pra piorar um desgoverno que não consegue comprar a quantidade necessária de vacinas e uma desorganização sem tamanho na vacinação.

domingo, 17 de janeiro de 2021

RONDÔNIA (RO)

 


O mês de janeiro é bem chuvoso aqui no estado de Rondônia. Uma terra formada por brasileiros de todas as regiões. É tanto que os sotaques se confundem. Do sulista ao nordestino, passando pelo amazonense e paraense. Claro que não devo esquecer dos indígenas que na verdade são os verdadeiros proprietários dessas terras e do Brasil. Por que não?

Rondônia do calor amazônico e das chuvas, contudo é muito necessário o cuidado com a ecologia. Desenvolver essa banda do Brasil e com um desenvolvimento econômico e social de uma forma ecológica, sustentável. Por que digo isso? Devido as características do clima e da preocupação com o futuro dessas matas, água e recursos naturais tão abundantes nas terras rondonianas.

Um tempo de chuvas que vai até abril e maio. E daí logo chega o tempo seco. Na verdade Rondônia tem dois períodos quanto ao clima e pluviosidade. Época das águas e tempo da seca. Por isso é importante a consciência ambiental.

É necessário cessar a devastação de suas florestas e proteger as terras indígenas. Todos sabem da importância da Amazônia e de seus recursos naturais para a humanidade. No entanto é premente a proteção e um outro olhar para os que aqui vivem. Não à política de extermínio das matas, animais, de índios e pequenos agricultores.

Aproveitar e muito bem as riquezas desse estado. Rondônia cuja sigla muita gente confunde com a do estado de Roraima. Rondônia é RO e Roraima RR. A capital de Rondônia é Porto Velho e Boa Vista a de Roraima. Rondônia, terra de chuvas e de calor. E também que seja o presente e o futuro desse Brasil.

 

domingo, 10 de janeiro de 2021

A NATUREZA: UM OLHAR PARA O FUTURO

A natureza precisa mais do que nunca de um olhar para a preservação de nossos recursos naturais. O desrespeito com os ditames da natureza é visível e a olhos nus com as consequências dessa pandemia.

Pandemia que tudo indica caminha a passos largos para o final quando boa parte da população do mundo estiver imunizada contra o coronavírus. Essa é a esperança já palatável em muitos países, pois doses de vacinas já estão sendo aplicadas nas pessoas.
O negacionismo quanto a ciência, quanto ao estudo vem de mentes retrógradas, atrasadas. É pra lamentar. Quem questiona e sem bases científicas a ciência vai igual "maria vai com as outras" de líderes políticos do mal e do analfabetismo político. 
Nisso e nesse momento se ver o quanto é importante a educação crítica. Aquela que questiona e no coletivo encontra caminhos e saídas para as crises. E numa crise sanitária só comparada a gripe Espanhola se ver o quanto precisamos estudar, estudar e reverenciar os cientistas que em tão pouco tempo fabricaram várias vacinas.
O temor de alguns em se vacinar deriva da cegueira política advinda de um modelo político de extrema direita que incita o ódio e promove a ignorância em todos os sentidos. São do mal e como tal precisa-se que se extirpe esse mal. Os estadunidenses começaram a eliminar e de forma democrática esse mal. Precisamos ao menos nesse sentido segui-los e cortar o mal pela raiz.
E por fim o cuidado e a defesa da natureza, do verde é muito importante e urgente. Preservar as florestas, rios, águas e os cuidados necessários com o lixo. O meio ambiente agradece e a ecologia dessa forma nos protegerá contra as prováveis pandemias do futuro. É importante fazer o hoje para que os nossos descendentes tenham um mundo bem melhor que o atual.

domingo, 3 de janeiro de 2021

ESPERANÇAR

Todo começo de ano as esperanças são que o ano novo que se inicia seja totalmente diferente do ano anterior. E neste 2021 mais ainda. É importante que as vacinas sejam a realidade nas nossas vidas, pois assim poderemos começar a ver uma luz no fim desse túnel dessa pandemia. O mundo, pelo que vemos nas notícias já iniciou a vacinação. Em muitos países e inclusive no Reino Unido já vão para segunda dose dessa almejada vacina. Pena que os que estão no poder em Brasília têm uma visão de negar e até desafiar esse vírus tão violento e traiçoeiro. Isso reflete nos números tenebrosos da Covid-19 tão altos no Brasil. Que os novos tempos venham com a saúde de uma vacina que vencerá o coronavírus e a volta da alegria da vida seja a constante em todos os nossos momentos a partir deste 2021. A ciência mostrou mais uma vez que a inteligência humana quando se volta para o bem comum sempre vence. E certamente vencerá essa doença. Resta-nos exigir dos representantes políticos as respostas e o trabalho para acelerar na vacinação e em massa da população brasileira. Por que postergar o óbvio que já tem um caminho para iniciar o fim dessa pandemia? Está mais do que claro que a vacina contra o coronavírus é a solução. Felizmente é o que temos neste início de ano. E não é pouco!

domingo, 20 de dezembro de 2020

PAZ É O QUE IMPORTA!

 

José de Arimatéa dos Santos

Já estamos a nove meses de pandemia causada por um vírus traiçoeiro e letal. E tudo indica que uma segunda onda começa a causar estragos. A notícia ótima que as vacinas já estão sendo aplicadas nesse mundo a fora. Significam ótimas perspectivas para o novo ano que está logo ali. Pena que uma turma trabalha a favor do vírus ao negar a eficácia e até duvida das vacinas. 

É importante que quando boa parte da população já vacinada significará um maior controle quanto ao coronavírus e assim  e aos poucos a vida comece a entrar em seus eixos básicos. No entanto é importante que os governos estimulem e vacinem a população de uma maneira geral. E assim possamos voltar a viver uma vida que acredito já um pouco diferente da época pré pandêmica.

Muitos problemas perduram e preocupam, principalmente o fim desse programa de transferência de renda para os desempregados que é o Auxílio Emergencial. Como a pandemia não acabou ainda é importante que o auxílio perdure por mais alguns meses ainda até a vacinação completar o seu ciclo. É pra lamentar que os que estão no poder não têm a sensibilidade social tão necessária e vital numa época de crise como essa.

É importante também um novo olhar pra os nossos semelhantes e para a natureza em geral. Procurar novos amigos e reforçar as amizades, além de praticar de verdade o amor fraternal e solidário. A paz é necessária e procurar viver no coletivo e ter mais empatia. A natureza precisa ser cada vez mais preservada. E que cada intervenção humana seja mais e mais calculada e analisada para se ter os mínimos prejuízos. Paz é o que importa!

domingo, 6 de dezembro de 2020

A PERSPECTIVA DA VACINA

 O mundo começa a se preparar para as vacinas que começam até ser aplicadas em alguns países ainda neste ano de 2020. É uma notícia alvissareira e de esperança para o próximo ano que logo começará. Este ano que está a se encerrar se notabiliza por notícias ruins, pois o número de pessoas que se contaminou com o coronavírus foi grande. Como também o número de cidadãos e cidadãs que pereceram, infelizmente.

Pena que quem deveria cuidar e zelar pela saúde de muita gente desmerece e até zomba desse vírus letal. Demonstra o quanto a ignorância e o negacionismo quanto a ciência matam. Quem pensa assim é um genocida e como tal deve responder por tamanha maldade. A ciência por si só significa o estudo e como tal sempre deve ser valorizada, estimulada e reverenciada.

Os cuidados quanto ao coronavírus continuam importantes e necessários: lavar as mãos, o uso de máscara e evitar ao máximo aglomerações. Esses dias comentei e falei exatamente o exposto dos cuidados que devemos ter e logo duas pessoas riram. Fiquei espantado. E mais ainda impressionado, pois uma das pessoas que riu foi uma estudante de odontologia. Ao menos era o que estava escrito na página dela. Uma pessoa da ciência e que para atender seus pacientes deve usar de todos os cuidados preventivos.

No entanto nesses tempos pandêmicos (atípicos) não é para espanto por tudo que vemos e ouvimos atualmente. Parece que estamos a retroceder no tempo e espaço e em todos os aspectos. O importante é que tudo isso passará e a história seguirá seu rumo como deve ser. De uma forma, acredito, diferente, para que novos tempos de paz, saúde e fraternidade possam fazer a humanidade dar um giro de  360º e melhorar em todos os aspectos.

domingo, 15 de novembro de 2020

NESSE DIA DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Nessa data tão importante em que se comemora a implantação da República, realizam-se as eleições municipais para os cargos de vereador e prefeito. A importância é tamanha, pois é possível em parte a maioria dos eleitores reparar erros da última eleição de 2018. E eleger pessoas realmente comprometidas com a vida pública.

Essa é a hora de saber escolher e votar em pessoas transparentes e éticas. Basta dos políticos carreiristas, clientelistas e que compram votos. Basta também de políticos que não tem nenhuma base social. Aqueles que não representam o coletivo. A política necessita de homens e mulheres que primeiro ao decidir com seus votos no parlamento e nas prefeituras sejam sempre pela maioria da população. Usar o orçamento da prefeitura para melhorar realmente a vida do cidadão e cidadã que mora no centro, nos bairros e sítios. Votar em quem se preocupa com o município.

É importante saber diferenciar as coisas também. A função da vereança é fiscalizar e propor e votar em leis que beneficiem a coletividade. Vereador não é executivo. Edil não é prefeito. Quem executa as obras é o alcaide de plantão. Outro basta merece o candidato a vereador(a) que caso eleito(a) negocia votos no parlamento em troca de cargos e benesses na administração municipal, além de ficar a homenagear com esses títulos bajulatórios de títulos honoríficos.

Nesse 15 de novembro vamos proclamar o advento de políticos sérios, honestos e transparentes tanto nas câmaras municipais como nas prefeituras municipais. E eleitos, a cidadania de todos nós exige a cobrança dos projetos falados na campanha eleitoral. Para que as coisas aconteçam. Não é só eleger. É cobrar diuturnamente pelas melhorias tanto do vereador e da vereadora e do alcaide de plantão.


domingo, 8 de novembro de 2020

O COMEÇO DO FIM

O ano de 2020 caminha para seu fim. Um ano caracterizado por tragédias que o coronavírus promoveu. Não, é um gripezinha! Os números alarmantes provaram e derrubaram literalmente os negacionistas e ignorantes quanto a ciência.

E as eleições municipais batem a nossa porta com candidatos desesperados devido as restrições quanto ao modo de fazer campanha, pedir votos. Esperar que o eleitor seja sábio em eleger os mais preparados, principalmente nos quesitos da ética, transparência e trabalho pelos cidadãos.

Nos mandatos, os eleitos sejam importunados pela cidadania de todos nós na cobrança de resultados de melhorias em nossas ruas, bairros, cidades, municípios e na saúde e educação. Que realmente a qualidade de vida melhore e para todos! 

E que 2020 acabe no seu tempo e que o próximo ano seja o início de um tempo diferente desses atuais que vivemos. Que chegue ao fim essa pandemia. Que uma vacina imunize a todos do coronavírus. E nesse novo tempo podemos melhorar esse mundo e eliminar de vez a indiferença e falta de amor ao próximo. E enquanto não se chega a esse tempo novo sigamos a vida e com os cuidados necessários e básicos para se proteger de contaminação quanto ao coronavírus!


domingo, 27 de setembro de 2020

ELEIÇÕES 2020

 Foi dada a largada para mais uma campanha eleitoral, pois já é sabido que este ano é um ano eleitoral. Muita gente confunde ano eleitoral com ano político. Político são todos os anos, meses e dias. Tudo que fazemos são atos políticos. 2020 se caracteriza pelas eleições municipais e também por uma terrível pandemia do coronavírus.

É importante analisar as propostas dos candidatos a prefeito e vereador. Não vender o voto. O político corrupto está aí louco pra comprar voto e não é só através do dinheiro, mas também por pequenos favores que o estado dispõe pro cidadão. Agora, muita gente, infelizmente, por ignorância prefere pedir favores e benesses a alguns políticos corruptos e carreiristas de plantão. Daí quando políticos dessa estirpe se elegem, corrompem-se mais ainda ao se aliar ao prefeito em troca de cargos pros mais chegados e parentes, além de outras maracutaias.

A função do eleitor não é só votar e eleger seus representantes. É dever cívico acompanhá-los criticamente durante todo o mandato. Exigindo que se cumpra o plano de governo do prefeito(a) e do vereador e da vereadora suas funções constitucionais de fiscalizar os atos do executivo e propor leis e benefícios pra comunidade por inteiro.

Ao eleger políticos éticos e transparentes, mesmo em meio a notícias de escândalos, é possível mudar a face de um município, pois os poucos recursos que chegam serão muito bem aplicados e com seriedade. Os candidatos já estão por aí. E em meio a essa pandemia, é importante observar se os candidatos a excelências usam máscaras de proteção e não ficam a cumprimentar de forma que possa contaminar seus eleitores. Essas observações são importantes também.

domingo, 20 de setembro de 2020

UM SALVE À NATUREZA!

 

José de Arimatéa dos Santos


Num momento que o fogo destrói a natureza 
Situação provocada pela ganância e insensibilidade humana
Que só ver o lucro
É importante reverenciar o verde
O meio ambiente pede socorro
A natureza não pode ser destruída
De jeito nenhum
 Um salve à natureza, ao meio ambiente!


domingo, 30 de agosto de 2020

DESMATA, MATA

Aqui no estado de Rondônia os dias amanhecem com um horizonte esfumaçado. Isso se dar devido as queimadas que aliadas a temperaturas muito altas contribuem para um clima insuportável. E mais do que isso o meio ambiente sofre e as consequências podem ser catastróficas. Os capitalistas e que exploram a floresta de forma predatória desmerecem os ecologistas, indígenas e ribeirinhos. É sabido que quem governa o país não tem compromisso com a pauta da preservação e exploração racional dos recursos ambientais. Situação que favorece toda uma cadeia de destruição da floresta.
José de Arimatéa dos Santos

A preocupação é com o presente e o futuro. É sabido que pode se explorar e usar das riquezas que o meio ambiente dispõe ao homem, contudo a inteligência manda que o desenvolvimento sustentável é o caminho seguro e que preserva vidas e o clima de todo o ecossistema terra. É notória a preocupação nessa situação da destruição da Amazônia e de outros sistemas ecológicos. O mundo observa o Brasil de uma forma que poderá acontecer retaliações econômicas quanto aos produtos brasileiros de exportação. E sabemos que boa parte desses produtos vêm de um setor que desmata e mata, infelizmente.

José de Arimatéa dos Santos


domingo, 16 de agosto de 2020

RONDÔNIA: TEMPO SECO

No estado de Rondônia ultimamente as temperaturas estão altíssimas. O tempo seco, poeira e pra piorar as queimadas que prejudicam muita gente. A fumaça prevalece, infelizmente.
José de Arimatéa dos Santos
A torcida que as chuvas apareçam pra amenizar esse clima. E a floresta que precisa e muito ser preservada. Passou da hora do homem saber explorá-la de forma inteligente.
                                              José de Arimatéa dos Santos

domingo, 2 de agosto de 2020

VIVA A NATUREZA!

Foto: José de Arimatéa dos Santos
                                                   
Passamos já da metade do ano de 2020. Ano que poderíamos dizer atípico, pois vivemos numa pandemia. O coronavírus é a notícia de todos os dias e suas consequências. A esperança de toda a humanidade é a descoberta de um antídoto contra a covid-19, uma vacina. Os especialistas falam que estão aprendendo com esse vírus. Isso levanta aquela necessidade premente e urgente da humanidade saber se precaver e defender contra qualquer pandemia. 
É notório que os remédios para as doenças vêm da natureza. É a natureza também que alimenta todos os seres vivos. Seja com as plantas e seja com a chuva e o sol. E que o vemos? O ser humano ávido por dinheiro desmata e no lugar de um ecossistema que promove vida, criação de gado ou a plantação de uma monocultura. Prejuízos a médio e longo prazo pra toda uma comunidade, pois a quantidade de chuva e o verão mais quente ou mais frio são impactos provenientes de desmatamento e desrespeito com a natureza.
E nisso como ficam esses ecossistemas(devastados) que promovem vida e a possibilidade da descoberta de remédios? Fatores que nem deviam está a discutir. A preservação dos recursos naturais, da floresta, da água, dos índios e pequenos agricultores são importantes e necessários nesses tempos de destruição das florestas, como a amazônia, e a luta para se encontrar um remédio contra o coronavírus. A humanidade deve optar pela vida. Pela vida dos seres humanos, demais animais e pelo clima.
A sustentabilidade é o que precisamos propagandear e lutar por essa causa. O Brasil já tem áreas agricultáveis e próprias para a pecuária e plantações. As matas devem ser exploradas e de pé. De modo sustentável. Quantas reações químicas acontecem diuturnamente numa floresta que a humanidade aproveita para a fabricação de remédios para as doenças e  pra a alimentação dos seres humanos, além dos rios e suas águas livres de agrotóxicos e substâncias químicas nocivas para os ecossistemas. Por isso é importante a preservação da natureza e a descoberta e fabricação de remédios contra as doenças. E por fim, viva a natureza!

domingo, 19 de julho de 2020

NATAL, RIO GRANDE DO NORTE

É um lindo cartão postal a capital potiguar: Natal
José de Arimatéa dos Santos
  A beleza do litoral do Brasil
José de Arimatéa dos Santos
  No nordeste brasileiro

domingo, 12 de julho de 2020

SECA DA AMAZÔNIA

Quando se chega o meio do ano já é sabido pra quem mora por essas bandas do Brasil que a seca se instala. Quase não chove. O que se ver e sente é calor e a poeira. E infelizmente as queimadas. Já tem uns dias que sinto o clima diferente aqui no estado de Rondônia. Clima seco e aquela sensação que começaram a fazer as queimadas. 
José de Arimatéa dos Santos
Na cidade algumas pessoas ainda tem o péssimo hábito de queimar as folhas secas caídas das árvores no quintal e na calçada. É ilegal esse ato, no entanto e infelizmente muito comum acontecer esse fato. Além de muito feio por quem pratica, prejudica a vida de muita gente alérgica, com problemas respiratórios e pessoas doentes e em recuperação de alguma enfermidade. E o cidadão que está com sua roupa no varal pra enxugar e depois que seca fica aquele cheiro incômodo de fumaça.
A floresta é devastada, latifundiários invadem terras indígenas, de ribeirinhos e fazem queimadas. Estão transformando a floresta amazônica em campos para pasto e plantação de monocultura. Um crime contra a humanidade, pois a preservação da amazônia ajuda para que o clima da terra se mantenha estável e o ciclo da vida a se renovar.
Não é mais possível se viver devastando as florestas e fazendo queimadas. O planeta já responde abruptamente. Basta-nos observar o que está a acontecer globalmente com os efeitos da ação do coronavírus. É preciso respeitar e seguir a ciência. E preservar todos os ecossistemas!

domingo, 28 de junho de 2020

UM MUNDO JUSTO E SOLIDÁRIO

Chegamos ao fim de junho e já estamos quase no meio do ano. Meio ano e parece que já é final de ano devido a tantas coisas que já aconteceram. Não sei se é influência dessa coisa desses novos tempos onde as informações pululam ferozmente. Acredito que seja devido a esse quarentena que parece não acabar mais, pois o coronavírus teima em infectar as pessoas cada vez mais. Também, infelizmente, muita gente não quer respeitar a biologia desse vírus e de forma irresponsável se aglomeram com visitas a amigos e parentes e pra piorar o que já está ruim, alguns sem máscara na cara. Aí que o vírus gosta e infelizmente as mortes só aumentam, além dos hospitais cheios devido a essa pandemia e consequentemente de outras doenças que proliferam.
É preciso dar um basta nessa situação e se mudar completamente esse quadro. As pessoas devem ser cuidar e os governos implementar mais medidas de controle dessa situação periclitante. Será que no Brasil o coronavírus demorará mais que nos outros países sua fúria de contaminação? Espero que não. É importante lutar com as armas disponíveis que são os cuidados básicos e principalmente se evitar aglomerações. Sairemos dessa. Espero melhores.
Que os próximos seis últimos meses de 2020 sejam de recuperação e principalmente de esperanças para que a cura dessa doença com um remédio e/ou vacina seja possível. Enquanto isso os cuidados básicos deverão perdurar. Que a humanidade seja melhor, pois a vida é um processo com percalços e ao mesmo tempo com formas de se viver melhor em comunidade. Que se resolvam velhos problemas como a fome e a falta de oportunidade que muitos ainda vivem. Solidariedade e humanidade sempre em alta. Só assim para se viver num mundo justo e solidário.

sexta-feira, 5 de junho de 2020

NO DIA DO MEIO AMBIENTE

O planeta terra de tempos em tempos emite respostas às agressões que tem sofrido nesse últimos tempos. Agora, infelizmente, o coronavírus tem causado grandes transtornos em todas as partes. Não deixa de ser por causa da exploração desmedida do meio ambiente. Fruto da ganância de grandes capitalistas e governos como o do Brasil("passando a boiada") que desprezam leis ambientais e até estimulam invasões de terras indígenas para a exploração mineral e desmatamentos. Derrubam as matas, matam o índio, ribeirinhos e pequenos agricultores. No lugar dessas terras criam gado e exploram a monocultura. Aí vem os gases poluentes, o agrotóxico e a semente transgênica. Nas grandes cidades as indústrias poluem o ar, a terra e as águas. A fome de milhões de seres humanos a despeito do desperdício e o luxo de poucos. A desigualdade econômica e social. O racismo e a violência contra os que moram nas periferias. O planeta só responde a essas agressões e a pandemia como a do coronavírus é só um aviso do "fim do mundo". A solução é a exploração racional(sustentável) dos recursos da natureza e melhor distribuição de renda.