sábado, 28 de dezembro de 2013

OLHAR PARA O FUTURO

José de Arimatéa dos Santos
Mais do que fazer retrospectivas o importante é fazer o exercício de olhar para o amanhã. E assim mudar tudo aquilo que não deu certo ou ainda não ficou como queríamos.
Pensar que o dia sempre nasce lindo. Seja num belo raiar do sol ou aquela manhã de chuva que nos convida a ficar em casa mesmo sendo uma segunda feira.
Sonhar sempre para que os mesmos se realizem de melhor maneira possível e sonhar mais e mais. A vida é feita de sonhos e o melhor de tudo é a realização desses sonhos.
Vamos olhar para frente e esquecer os momentos que não foram tão bons e sentir a natureza que a todo momento nos convida para a vida.


terça-feira, 24 de dezembro de 2013

DIAS DE CHUVA E TAMBÉM DE SOL

José de Arimatéa dos Santos
E hoje o sol voltou aos céus rondonienses depois de vários dias de chuva. Chão bastante molhado e com perspectivas ótimas para a comemoração do Natal. Ainda bem que as chuvas só trouxeram alegria. Que seja assim nessas festividades com sol e também chuva. Feliz Natal!

domingo, 15 de dezembro de 2013

FUTEBOL: ALEGRIA DO POVO

José de Arimatéa dos Santos
Neste ano provou-se que o futebol não aliena e nem muito menos deixa a população inerte aos fatos políticos de todo dia. Digo isto baseado nas grandes manifestações populares do meio do ano. O brasileiro foi às ruas devido a tantos casos de corrupção que grassa a todo momento na vida nacional e principalmente por causa do futebol. Futebol e os milhões gastos com a reforma e/ou construção de arenas esportivas. Venderam que os gastos públicos com a Copa do Mundo seriam bem menos do que vemos até agora.
Futebol é o esporte que os ingleses fizeram as regras e tão bem combinou com a alma brasileira. De início era um esporte aristocrático em que tão somente os ricos tinham a possibilidade de jogar. E logo depois se disseminou em todas as classes sociais Brasil a fora. Logo quando o brasileiro nasce e instintivamente já chuta uma bola que é invariavelmente o primeiro presente do pai. E a criatividade brasileira faz com que pedaços de papel se transformem em uma bola ou então as famosas bolas de meia. Daí surgem os grandes talentos do futebol mundial por essas terras tupiniquins.
E o torcedor vibra com as jogadas em um campinho de terra e até no outrora "maior do mundo", Maracanã ao vivo ou através da tv. Não se explica e tão somente se vive a magia futebolística do torcedor do Flamengo que se sente campeão igual ao jogador milionário que correu os 90 minutos da decisão contra o "Furacão", Atlético Paranaense. Digo flamenguista, contudo vale para os corintianos, santistas, vascaínos e vilhenenses quando seu time é campeão. O grito de campeão vale para todos sejam ricos e pobres.
O futebol é mágico por que tem suas regras já estabelecidas em que praticamente todos os torcedores conhecem um pouco. Inclusive essas regras são motivos de discussões acaloradas se foi pênalti ou não, se foi impedimento ou se ainda merecia cartão vermelho o jogador numa jogada mais violenta. Quando exalto a facilidade de conhecer as regras, os nossos políticos não conseguem, acredito de propósito, fazer uma reforma que dê condições de igualdade nas disputas eleitorais. Fazem remendos aqui e ali para confundir mais ainda o eleitor e continuar tudo como está. E nisso a corrupção nesse Brasil, infelizmente, se institucionaliza. 
E o futebol não aliena. O que aliena é esse jogo político em que sempre os mesmos vencem. Em que o bolo é dividido para poucos. Bem diferente do futebol que as regras todos nós sabemos de cor. Apesar de que alguns tentem burlá-las e usar o "tapetão" ou "virar a mesa". Ah, aí é outra história tão bem conhecida e vivida por um clube aristocrático do futebol carioca. O que vale é que o futebol une as pessoas e tem tudo pra ser o esporte da boa convivência, sem violência e da paz.

domingo, 8 de dezembro de 2013

FUTURO

José de Arimatéa dos Santos
Chega-se um novo ano e é importante antes de olhar para frente fazer a retrospectiva de tudo que passamos. Retrospectivas não só as da televisão onde tudo passa de novo e fatos até que achamos atuais, pois é impossível acompanhar tudo que acontece, mesmo nesses dias tão cheios de informação e nos mínimos detalhes. Vivemos numa época em que a notícia corre muito rapidamente e um fato corriqueiro e simples pode em segundos rodar todo o planeta. Ganha um destaque incrível e ai daquele que não tomou conhecimento por que é taxado de desinformado.
Toda essa velocidade e repercussão se devem as redes sociais em que quase todo mundo usa uma ou quase todas. Estão aí "Facebook", "Twitter", "Instagram" e várias outras formas de interação que une seres humanos nos quatro pontos dessa nave chamada terra. E mais do que isso une amigos, familiares e curiosos que moram bem próximos e em lugares distantes. Lugares de encontros, debates e infelizmente de xingamentos. Nessas novas formas de interação o que vale é a rapidez e a certeza que a felicidade é possível através do encontro não só via computador, mas também pessoalmente nas praças, ruas e em todo lugar.
É importante também voltarmos pra nós mesmos e fazermos nossas retrospectivas que chamo introspecções e analisar friamente a quanto anda nossas atitudes e caminhos que percorremos ao longo de todo um ano. Além de nossas amizades das redes sociais e as amizades mais próximas como andam? Como vemos nosso trilhar nesse cotidiano? Será que é possível mudanças de rota para o tão necessário aprimoramento? Questionamentos. Ah, questionamentos... São as perguntas que nos fazem aprender mais e mais. As respostas estão no nosso coração e assim poder modificar o que não deu certo.
Muda-se o número do calendário e a vida prossegue de uma forma que é importante olhar para frente e almejar vitórias individuais e coletivas. Sabendo que é importante fazer o bem e o querer bem dos semelhantes para que a vida cada vez mais se aprimore para que a solidariedade, justiça sejam caminhos onde todos possam trilhar sem violência de qualquer espécie e com o único intuito do amor e assim conquistar de vez o conhecimento para se chegar a liberdade. 

domingo, 1 de dezembro de 2013

DEZEMBRO

É o início do fim do ano. O que se ouve e vê são propagandas travestidas de mensagens natalinas e de fim de ano. Entretanto deixando de lado o lado consumista do período, vale ressaltar e enfatizar que é um momento para reflexões quanto ao que fizemos ou deixamos de fazer durante o ano.
Vida que pulsa celeremente e o que vale é valorizar cada minuto do dia. Ver tudo por uma ótica que é possível ser feliz e às vezes não notamos os pequenos detalhes que a vida a todo instante nos mostra. E são esses pequenos momentos, simples e corriqueiros a felicidade.
Cada um de nós e com nossas peculiaridades naturais caminhamos sempre pra frente. E nessa caminhada vale a pena ver o futuro que acontece no presente com muita sabedoria da solidariedade, paz e amor.
A virada do ano é simplesmente uma passagem de data e de um dia para outro. O que é necessário é seguir em frente com os melhores desejos para que a justiça esteja sempre presente a promover a igualdade e que os preconceitos banidos de vez dos corações e mentes dos seres humanos.
O que vale é a liberdade através do conhecimento e assim libertar de todas as amarras que tentam nos impor através de doutrinas e conceitos obsoletos. Liberdade é vanguarda, democracia, amor, vida.


domingo, 24 de novembro de 2013

CHOVE

José de Arimatéa dos Santos
Precipitações pluviométricas que fazem a alegria de toda a natureza. É o fim da poeira, do calor e um sentimento que aflora mais candidamente em nossos corações com a chuva. Clima bom que deixa o ar cheio de alegria e contentamento.
Acho engraçado quando a moça do tempo na tv diz que chuva é tempo ruim. Ruim é o desemprego, a violência, a fome, a desigualdade social tão presentes, infelizmente nesse Brasil. Tempo bom é o tempo de chuva que traz desenvolvimento, desde que as precipitações não causem tragédias.
Que chova também justiça e os corruptos de plantão paguem por seus erros e assim iniba os larápios do dinheiro suado do povo.
Chova a alegria da amizade e da solidariedade entre os povos desse mundo em que o respeito ao semelhante seja lei sempre. E assim a convivência seja de paz e também de amor.
Vamos chover mais poesia em todos os quadrantes desse planeta. A sensibilidade poética promove somente o amor. E o amor por si só já diz tudo, pois significa a plenitude da alma. Só o amor para deixar a vida mais leve.
Que chova os melhores sentimentos para todos nós viajantes nessa nave chamada vida. Vida que só combina com amor, felicidade, solidariedade, paz!


domingo, 17 de novembro de 2013

O MAR

José de Arimatéa dos Santos
O mar e sua grandiosidade que me impressiona tanto. Lições dessa magnitude todos nós deveríamos ter pra sempre e em todos os momentos de nossa vida. Quando falo na lição de grandiosidade é no sentido da simplicidade e humildade que cada ser humano deve cultivar. A simplicidade do mar está nesse mundão de água que vem e vai numa sinfonia perfeita. E a grandiosidade está justamente aí nessa beleza que encanta.
Ser simples não é para todo mundo e muito difícil nesse mundo atual em que o ego de muitos está cada vez inflamado. Pela beleza do mar é possível mudar nossas atitudes e se impor pelo simples que é o mais importante. Dessa forma a vida pode ser mais amena e que o amor seja o carro chefe de um caminho de paz, alegria e contentamento.
E o mar a nos ensinar que podemos ser grandes. Grandes na bondade, lealdade e também na solidariedade numa constante de felicidade que é a vida. E é por esses bons momentos que devemos trilhar essa jornada da vida. E assim é possível viver em paz e no amor.

domingo, 10 de novembro de 2013

BARBALHA FUTEBOL CLUBE

O Barbalha Futebol Clube é um jovem clube que ascendeu da 3ª divisão do campeonato cearense para a segundona este ano, contudo o melhor é que disputará um torneio de muita visibilidade e nacional que é a Copa do Brasil em 2014. Surpreendentemente vence a Copa Fares Lopes em cima do tradicional Guarany de Sobral que já é um clube calejado em disputas regionais e nacionais. Em duas semanas assegurou uma vaga na série B do campeonato cearense e na conquista da Taça Fares Lopes vai ser um dos representantes do estado do Ceará na Copa do Brasil em 2014. 
Barbalha é uma cidade localizada na região metropolitana do Cariri com pouco mais de 55 mil habitantes. E se destaca pela cultura popular e o turismo ecológico. Cidade bonita por preservar prédios históricos do tempo do império e ao mesmo tempo de um povo acolhedor e orgulhoso das potencialidades do município.
E agora no futebol Barbalha ganha as manchetes de jornais, sites e redes sociais pelo grande feito de um time que disputa a terceira divisão cearense representar o estado do Ceará numa competição renomada e que dar uma visibilidade incrível para a cidade como a Copa do Brasil. 
Esperar que os verdadeiros desportistas barbalhense prossigam com esse projeto vencedor com planejamento e pés no chão para que o time do Barbalha Futebol Clube possa galgar degraus mais altos no futebol do estado do Ceará e que na Copa do Brasil 2014 fazer bonito para que os barbalhenses que moram na cidade e aos muitos que estão espalhados mundo a fora possam se orgulhar cada vez mais dessa cidade tão bonita e que precisa olhar e lutar por um futuro diferente de paz, progresso, felicidade para todos os barbalhenses indistintamente e que o Barbalha Futebol Clube dentro de campo tenha mais e mais vitórias.

domingo, 3 de novembro de 2013

EQUILÍBRIO ECOLÓGICO

José de Arimatéa dos Santos
Meio ambiente cada vez mais verde e protegido. Explorar com muito cuidado e com a consciência ecológica cada vez mais aguçada. E assim, as gerações futuras possam também usufruir de belezas tão caras e ao mesmo tempo prontas para nos servir.
Rios, florestas e cidades com infinitas belezas que o ser humano tem a obrigação de proteger e explorar com a certeza que sustentabilidade ambiental não é só discurso bonito.
Estudar todos os impactos sobre o meio ambiente e usar o bom senso que o futuro é o presente e dessa forma analisar cada forma de inserção sobre a natureza.
Verde que quero mais verde. E rio a descer tão caudaloso com suas águas limpas e límpidas a levar desenvolvimento e alegria a todos os seres vivos.
Temperaturas normais e nada de muito frio e calor de mais. O equilíbrio é a permanente luta de todos nós por um mundo cada vez mais ecológico, sustentável.

sábado, 2 de novembro de 2013

VIVER A VIDA

José de Arimatéa dos Santos
A vida é simplesmente uma passagem e é importante procurar viver em paz consigo e com os outros que vivem ao nosso redor. É sabido que a realidade nua e crua está difícil, pois as relações humanas invariavelmente giram em torno das novas tecnologias disponíveis. Quero dizer logo de primeira que não sou contra a esses novos recursos de contato humano. Pelo contrário. Como encontro grandes amigos que moram tão longe daqui... E os novos amigos que encontrei através das redes sociais? Pessoas que troco ideias, debato. Não concordo, discordo. E da mesma maneira meus amigos do outro lado. Tudo bem. Vamos seguindo em frente. É assim que é a vida.
É possível se fazer esse mundo mais humano onde o respeito pela vida seja o mote principal. Vamos festejar a vida com o novo dia que nasce sempre e seja com sol ou não. Como é bom uma manhã de chuva que deixa o clima bem ameno. E daí saímos para o trabalho, escola ou nenhum dos dois e vamos viver o dia intensamente com momentos de muita alegria e também às vezes de tristeza. Essa é a dicotomia de quem é vivo. Barreiras, obstáculos que diuturnamente superamos. Está triste? Procura um bom livro ou um bom papo com seu amigo ou amiga e certamente coisas boas vêm a substituir todo esse momento tão difícil. Ah, como é fácil falar, não? Você diz. Só digo que não sou um bom conselheiro e nem desejo sê-lo. Algumas vezes a tristeza se instala em minha pessoa e procuro dar a volta por cima. O importante é superar e superar-se.
A vida está aí e cada ser humano tem um jeito todo especial de vivê-la. Só sei que vale a pena viver e intensamente com muito respeito a individualidade de cada semelhante nosso. O respeito é uma palavra que infelizmente falta no dicionário de algumas pessoas. Qualquer pessoa tem essa possibilidade de vida e cada um vive como acha que deve viver. Se só faz o bem e deseja o mesmo sucesso para os demais tudo bem. O ser humano veio ao mundo para ser feliz. Quanta felicidade é a vida no jeito que cada um administra. E o bom que não se tem uma receita pronta e acabada para a felicidade nessa vida. Cada homem e cada mulher segue sua receita. É importante o querer bem, a paz e a harmonia nas relações humanas.
O desejo de um mundo diferente deste deve ser o objetivo em todos os dias e em todos os momentos de vida. Viver em harmonia para se obter as grandes vitórias que certamente passam a todo instante em nossa frente. Só que é importante que essas conquistas sejam no coletivo. O individualismo só leva a divisão e a inveja. O desejo de felicidade no coletivo faz da vida mais igual e a possibilidade do amor se instala nos corações e mentes de todos os seres humanos. 


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

TEMPO

José de Arimatéa dos Santos
Esse final de ano já choveu bastante e as temperaturas continuam bem altas. Tempo abafado e com grandes perspectivas de chuvas. Só acredito que a cada ano as temperaturas estão a aumentar. Fica difícil. O bom é que a poeira dar um tempo e o verde prevalece.
Aqui em Rondônia esse é o clima em todo final de ano e certamente muita chuva cairá até meados do ano que vem. Engraçado que o mato toma de conta facilmente devido a boa quantidade de chuvas.
Esperar que as chuvas venham tranquilamente para refrescar esse tempo e a vida prosseguir numa paz em que o nosso trabalho prossiga com muita alegria e um tempo bem melhor.

domingo, 27 de outubro de 2013

domingo, 20 de outubro de 2013

ESSE HORÁRIO

José de Arimatéa dos Santos
Como de costume acordo bem cedo e olho automaticamente o marcador do relógio do celular. Cravava 07:40h. Achei muitíssimo estranho e levantei para comprar pão e tomar aquele café bem especial já que não tenho compromisso nenhum. Depois que cheguei da padaria é que vi que tinha alguma coisa errada, pois o programa de rádio de Roberto Carlos estava no seu início. Esse programa começa às sete da matina. Daí que vi que o relógio adiantou uma hora. Estamos no horário de verão.
Nós aqui na amazônia não adiantamos e muito menos diminuímos a hora. Pelo contrário, toda a programação da tv já está adiantada duas horas em relação a nossa hora aqui em Rondônia. É bom? É ruim? No início demora um pouco para se acostumar, contudo depois de duas semanas com esse horário de verão já está se acostumando com essa situação.
Desde que inventaram esse tal de "horário de verão" lá nos anos 80 tenho minhas dúvidas quanto a economia de energia. Muitos têm que levantar bem cedo para trabalhar e como tal ligam as lâmpadas para mais um dia de labuta e geralmente pela madrugada, dependendo da hora, ainda está escuro. 
Já que posto está, agora é seguir em frente e curtir esse finalzinho de ano e esse horário de verão que atinge todas as regiões do país de uma forma ou de outra. Já passei por esse "horário" e é difícil acordar bem cedo para trabalhar e pra dormir a dificuldade é para cair no sono. Incrível como uma horinha muda o relógio biológico do ser humano.  Bola pra frente e que o caminho para o futuro seja de paz e muito amor nos corações e mentes de todos nós.

domingo, 13 de outubro de 2013

FUTEBOL: EMOÇÃO E RAZÃO

José de Arimatéa dos Santos
O futebol faz parte da cultura nacional e como política e religião se discute. Ué? Por que não? E as discussões acaloradas dos torcedores apaixonados por seus clubes? Não havendo violência a discussão é válida, salutar e o papo rola numa naturalidade quanto aos resultados dos times rodada a rodada. E principalmente nesse momento no desenrolar do campeonato brasileiro em todas as suas quatro divisões. O engraçado que o debate não é nem sobre quem será o campeão e sim sobre quem cai para a divisão subsequente.
Na série A o temor de muitos torcedores é ver seu clube do coração cair para a série B e sabemos que os quatro últimos cairão para a segunda divisão. E as possibilidades de mais um clube grande cair para a série B este ano são enormes, contudo a história do futebol brasileiro mostra que a maioria das vezes é até bom visitar por um ano a série B. Em temporadas passadas muitos dos que caíram voltaram por cima. 
A discussão sobre quem vai ser rebaixado é até interessante e ao mesmo tempo hilária. Quem nunca caiu arrota  que "time grande não cai". Ledo engano. No futebol os tabus estão aí para serem quebrados. Basta tão somente o elenco contratado pela diretoria do clube não se entrosar ou então não pagar salários dos jogadores em dia, falta de planejamento, além de não ter uma boa comissão técnica. 
Outro fato que vem sendo debatido é quanto a forma de disputa e quando um time dispara na frente na tabela e praticamente já é campeão volta a discussão que o "mata, mata" é mais justo. Eu penso diferente, pois nessa modalidade já temos a Copa do Brasil. E nada mais natural que o campeonato brasileiro seja de pontos corridos. Na disputa por pontos corridos o campeão é sempre o melhor estruturado fora de campo e dentro de campo. E o melhor: o que mais venceu e convenceu. No "mata, mata" o que se classificou na linguagem futebolística "na bacia das almas" pode eliminar o time que fez a melhor campanha até então. 
A forma de disputa do campeonato brasileiro de futebol já está consagrada entre os amantes do futebol. O que falta, a meu ver, é adequar todo o calendário do futebol brasileiro ao europeu. Na Europa a temporada começa no meio do ano e vai até meados de maio do ano seguinte. Poderia simplesmente diminuir os campeonatos regionais e valorizar o campeonato brasileiro.
E ainda dizem que "futebol não se discute". "O futebol é alienante." Tudo baboseira. Basta relembrar que o povo brasileiro foi às ruas em junho passado para protestar quanto aos valores gastos com dinheiro público na realização da Copa das Confederações e Copa do Mundo de Futebol. Vamos protestar e reivindicar melhores condições de vida. Exigir educação e saúde de qualidade. Trabalho e honestidade dos políticos. Temos todo o direito para protestar e também para torcer pela beleza, magia, jogadas desconcertantes, dribles e o gol. Futebol, Brasil. Campeão!

domingo, 6 de outubro de 2013

A PRAÇA

José de Arimatéa dos Santos
Local de toda a cidade que seus habitantes podem conversar sobre tudo e onde o verde deve imperar. Deixa a cidade com o ar mais ameno. E onde podemos descansar e ver o movimento de toda a cidade.
Engraçado que tudo se vê numa praça. Logo é fácil observar um grupo que discute política e a vida e noutro ponto estão os futebolistas, os amantes do maior esporte desse país a discutir suas paixões. Nesse grupo encontramos o fanático. E não é que nos outros grupos também se encontram fanáticos. Certamente.
E se chega á noite os namorados têm um encontro marcado em seus bancos. Quantos amores começarem e também terminaram. Ah, a paquera também rola, não tenho dúvida. Praça, local tão bom para espairecer e esquecer dos problemas do cotidiano.
Que os alcaides de todas as cidades cuidem bem das praças e que as árvores bem cuidadas e com muita sombra numa certeza de muita limpeza de nossos corações e mentes.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

SOL E MUITA CHUVA

José de Arimatéa dos Santos
Seguem os dias tão quentes e ao mesmo tempo com chuvas. É assim o quadro dessa Rondônia que inicia seu "tempo das águas", o verdadeiro inverno amazônico. Aqui na amazônia temos só duas estações bem definidas: inverno de muita chuva e seca que parece que já chegou a seu fim neste ano.
Tempo abafado, úmido e sempre com perspectivas de chuvas. Sol a pino e a qualquer instante cai um "pé d'água". Só o que amedronta nesse períodos são os raios, relâmpagos e trovões que singram todo o horizonte rondoniense.
E assim é chegado o final do ano. Esperar sempre com chuvas calmas a banhar todo o solo desse estado rico e de uma natureza a brilhar. Proteção aos recursos naturais para que as chuvas compareçam todos os anos de uma forma que traga o desenvolvimento e alegria de todos nós rondonienses que moramos por essas paragens.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

PORTO VELHO, CAPITAL DOS RONDONIENSES DESSE BRASIL

Porto Velho é a capital do grande estado de Rondônia, região amazônica
Brasileiros de todo o país que vieram para amazônia têm orgulho da terra Rondônia
Porto Velho, beleza do rio Madeira e do Brasil

Fotos: José de Arimatéa dos Santos

domingo, 29 de setembro de 2013

E O BRASIL? SÓ COM DEMOCRACIA E ÉTICA

Um momento para analisar friamente a movimentação política e ver as possibilidades de um país mais democrático e mais ético. É uma debandada de muitos políticos de um partido para outro. Criação de novas legendas para acomodar algumas figuras. A campanha eleitoral já começou e a corrida pelo voto Brasil a fora está em curso.
Todo esse quadro reflete o pouco caso da maioria dos políticos com as legendas partidárias. É sabido que nossa democracia é muito nova e cheia de percalços durante essa vida republicana. Reforçar o caráter da democracia e da representação política é uma forma para melhorar o quadro partidário. E é importante que tenhamos partidos fortes e com filiados que tenham a exata noção do programa partidário e das bandeiras empunhadas pela legenda. Nada de partido de aluguel. Nada de político de aluguel.
Infelizmente esse quadro acima continuará ainda por muito tempo. Os detentores do poder não entenderam ou fazem "ouvido de mercador" com as recentes manifestações populares. Nessas manifestações as bandeira foram principalmente contra a corrupção que leva a toda essa situação acima citada por esse que escreve. Somente uma reforma política séria e verdadeira para mudar tudo isso. E assim a transparência e a igualdade na eleição seriam fatos corriqueiros. São notórios os casos de compra de consciência antes, durante e depois do processo eleitoral. E essa compra se dá de todas as formas. Não se faz democracia assim.
Avançar na democracia demanda partidos fortes e com filiados que respeitem as decisões tomadas de baixo para cima e pela maioria. Reforçar o caráter da transparência e com ética em todos os momentos políticos. A política tem que ser um campo dominado pelas pessoas com responsabilidade, ética, transparência e amor.

sábado, 28 de setembro de 2013

SOMBRA E ÁGUA FRESCA

José de Arimatéa dos Santos
Nesse momento é o que penso. Os termômetros devem está marcando uns 37 graus ou até mais. E nada melhor que uma aguinha fresquinha e numa sombra para o refresco desses dias por aqui em Rondônia. Somos sabedores que nessa época a temperatura aumenta, contudo as possibilidades de chuvas são grandes. Por isso estamos na torcida e na espera de uma boa chuva tranquila e que faça mudar todo esse quadro presente. Por enquanto só sombra e muita água fresca para amenizar tudo isso.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

AMOR E PAZ

José de Arimatéa dos Santos
Os dias passam e os afazeres só aumentam. Incrível como o trabalho nosso de todo sempre nos enche de tanta coisa para fazer. E o importante é dar conta de tudo isso com muita alegria e saber que as dificuldades sempre estarão presentes, porém o melhor de tudo é superar estes obstáculos e ser feliz.
Às vezes pensamos que a felicidade está tão longe e esquecemos que o ser feliz está no simples. Luz do sol e da lua, beleza da flor e o contato com os nossos semelhantes. Ei alguns tópicos de muita felicidade. Sorrir mesmo nas dificuldades e ter a consciência que a vitória está a todo instante a nos presentear.
Então vamos sorrir e procurar tratar bem nossos amigos e semelhantes com humildade e simplicidade. Segredos que não são segredos. Viver. Perspectivas tão fáceis e tão comuns no nossos dia a dia. Que se faça a felicidade com muito amor e paz.

domingo, 22 de setembro de 2013

sábado, 21 de setembro de 2013

ÁRVORES

José de Arimatéa dos Santos
Árvores...
Tanta sombra
Maravilha
Vida
A todos
Sombra
Árvores...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

SINTERO DENUNCIA MANOBRA DA PREFEITURA PARA TOMAR ESCOLA ESTADUAL EM SANTA LUZIA

Escola Marechal Rondon - Foto: José de Arimatéa dos Santos
A direção do Sintero encaminhou ofício ao governador Confúcio Moura e à Secretária de Estado da Educação, Izabel Luz, denunciando uma manobra que pode causar sérios prejuízos aos estudantes do ensino fundamental e à sociedade de Santa Luzia D’Oeste.
 
De acordo com denúncias formuladas pelos trabalhadores em educação, a Prefeitura de Santa Luzia estaria tentando tomar a Escola Estadual de Ensino Fundamental Marechal Rondon, apenas com interesse nas verbas do Fundeb, já que a escola atende a centenas de alunos nas séries iniciais.
O argumento da Prefeitura é de que o ensino fundamental seria de responsabilidade do município. No entanto, a Constituição Federal, no artigo 211, parágrafo 3º, estabelece que “os Estados e o Distrito Federal atuarão prioritariamente no Ensino Fundamental e Médio”, não sendo cada série de competência exclusiva do município ou do Estado.
 
A própria LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) não estabelece uma competência exclusiva para o oferecimento de cada série, pois apenas fixa as obrigações do município e do Estado.
No ofício encaminhado ao governador, o Sintero manifesta posição contrária à “municipalização” da Escola Estadual Marechal Rondon e apresenta um abaixo-assinado com assinaturas de representantes da sociedade e dos trabalhadores em educação, que enxergam com preocupação essa manobra.
 
Para a direção do Sintero, já que a Prefeitura estaria preocupada com as séries iniciais, deveria equipar a escola municipal já existente, oferecer condições de trabalho, valorizar os profissionais e oferecer ensino de qualidade. “Seria um retrocesso e uma contradição mudar todo o sistema que já está funcionando na Escola Marechal Rondon, enquanto a sociedade exige a melhoria da qualidade do ensino”, disse o presidente do Sintero, Manoel Rodrigues.
 

domingo, 15 de setembro de 2013

A DEMOCRACIA É FEITA TODOS OS DIAS

Foto: Marcello Casal Jr/ABr
No Brasil falar em democracia é um pouco complicado. País periférico do capitalismo e cheio de contradições que às vezes até se confundem com uma cultura que tudo algum dia vai dar certo. É necessário a cada momento reforçar o sentido democrático, pois vivemos o maior período em que as instituições não são tomadas de assalto por golpes e contragolpes. Claro que não somos ingênuos em dizer que tudo está as mil maravilhas. Vícios das várias ditaduras perduram até hoje e que comprometem esse caminhar de uma democracia que contemple todos os brasileiros indistintamente.
Educação, saúde e demais serviços públicos sucateados estão assim por que alguns se beneficiam desse quadro catastrófico e que ajuda os mesmos a usar a mídia no sentido de fazer uma propaganda que só através da privatização, terceirização para melhorar. Ledo engano. Acredito que só teremos uma verdadeira democracia com serviços públicos de qualidade. São esses serviços que atendem a maioria da população e bem administrados com sentido humano funcionam da melhor maneira.
A participação do cidadão na escolha de seus representantes e consequentemente o acompanhamento do mandato do político são atitudes importantíssimas para que esse político cumpra fielmente sua plataforma política de campanha. Nisso, é mais do que necessária uma reforma política que na disputa pelos cargos políticos vença quem tenha conteúdo, propostas e não o poderio econômico que forma as chamadas bancadas "disso" e "daquilo" que na verdade vão representar o interesse de alguns grupos. E assim perde a sociedade no conjunto. Basta acompanhar o noticiário político que na maioria das vezes se confunde com a crônica policial.
O caminho do Brasil democrático passa pela maciça participação de todos nós nas decisões dos conselhos escolares nas escolas, participação nos sindicatos, além das várias associações de moradores e de classe e acima de tudo um acompanhamento criterioso da vida dos políticos e principalmente  em decisões que atinjam em cheio nossas vidas em todos os momentos. 
Cobrar serviço, trabalho do político, principalmente mais recursos e funcionamento a contento dos órgãos governamentais, limpeza e conservação das ruas e sem buracos, iluminação pública, hospital que atenda com "padrão FIFA". E quando fazem alguma coisa, simplesmente realizam o que diz a Carta Magna. Nada de bajulação. Democrático é cobrar e fiscalizar todos os políticos para que a democracia cada dia se fortaleça e no aprendizado das eleições a cada dois anos que vença sempre políticos comprometidos com a maioria da população. 
A força das manifestações da população que cansada de tanta bandalheira foi ás ruas para mudar essa situação no Brasil é latente. E é preciso que o povo esteja sempre preparado para ir às ruas para exigir serviços de qualidade e o atendimento das demandas de justiça, igualdade social e mais participação na política. Só através da política para modificar esse quadro atual e dar um passo a mais da verdadeira democracia que significa o fim da desigualdade social e o estabelecimento da participação de todos os cidadãos na vida da nação, Brasil. 

sábado, 14 de setembro de 2013

MATAS

José de Arimatéa dos Santos
Rios, animais, florestas. Ecossistema tão equilibrado e que infelizmente alguns seres humanos tão ansiosos para ganhar dinheiro a todo custo destrói a natureza. Derruba as árvores e planta e desenvolve a monocultura ou cria gado. Infelizmente não está nem aí para a água e o clima da região e do planeta.
Outro olhar. Outra vertente quanto as matas. Preservar. Preservar. Produzir, claro. Com sustentabilidade  e um olhar para o futuro que já hoje.
Campo e cidade de mãos dadas na proteção do meio ambiente. Verde pra todos numa visão humana de fraternidade e justiça.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

POR QUE HOJE É SEXTA FEIRA

José de Arimatéa dos Santos
Beleza de litoral para o descanso e deleite da vida. Não tem coisa melhor que andar por aí e sem compromisso. Desligar-se dos problemas e caminhar descalço nas areias da praia. Sentir o sal nos lábios e contemplar linda mulher que passa. Ah, que linda natureza...
Tantos momentos incríveis a viver sempre numa sintonia mar e praia e cerveja, mulher. É a praia que desnuda toda a beleza feminina num toque mágico de sensualidade e infinita vida.
Tantos passos a procura do futuro que já pode ser hoje. E quem disse que existe o futuro? Viver o presente que é e futuro tão aguardado.
E já que é sexta feira nada melhor que ver, rever e sentir o momento da praia, natureza e bem estar da vida.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

ATÉ QUANDO?

José de Arimatéa dos Santos
Um estado que brevemente será exportador de energia elétrica e que infelizmente continua com falta de energia. Não dar para aguentar interrupções de energia quase sempre e o pior sem avisar. Domingo passado faltou energia a tarde inteira por essas bandas de Santa Luzia e quando chegou já de noite, variações de energia. E acabou de novo. Informação ao consumidor que é bom nada.
Ontem à noite de novo. Por volta das 23:00 h escuridão total. Como descansar com o calor tão característico nosso e os mosquitos numa sinfonia que parecia um concerto. Não o antigo programa da tv "Concerto para a Juventude". E o jeito foi rebolar de um lado para o outro a procura de uma noite de sono reparadora... E nada.
Só o que destoava o cenário era a boa e maravilhosa chuvinha que por sinal à noite inteira nos visitou. Menos mal, né?
Fica meu protesto pelas interrupções de energia e esperar que a empresa responsável pelo setor venha se explicar. E que os nossos 8 deputados federais, 3 senadores e demais políticos rondonienses se dignem em cobrar solução para as constantes faltas de energia. Se falta energia no sul, sudeste ou nordeste do país, ligeiramente homens e mulheres responsáveis pelo setor de energia vão a mídia se explicar. Enquanto que aqui na nossa querida amazônia, mais precisamente Rondônia, o descaso campeia nesse setor estratégico que é o energético. Até quando?

domingo, 8 de setembro de 2013

PORTO VELHO

Belezas naturais que só inspiram e deixam a vida mais leve
 O que foi vanguarda e hoje conservar para a história

Fotos: José de Arimatéa dos Santos

sábado, 7 de setembro de 2013

INDEPENDÊNCIA

Independência? Só com as manifestações e consequentemente o povo na rua para gritar e exigir mudanças na vida diária de todos nós brasileiros. É assim que as coisas podem e devem acontecer. Exigir ética e transparência na política para que a corrupção seja banida de vez da vida da nação. Também é independência a distribuição da riqueza do país de forma mais igual. Não tem como o país ser independente com as riquezas do Brasil nas mãos de praticamente meia dúzia. A melhor distribuição de renda acontece com a taxação de grandes fortunas. Quem tem mais paga mais. Simples, não?
Melhorar a educação, saúde e mais emprego para que todos os brasileiros tenham seus postos de trabalho. E com salários justos. O que é que diz a Constituição Federal? Diz que o salário deve contemplar a educação, saúde, vestuário e lazer. É sabido que o salário mínimo não chega nem perto do que fala a letra fria da lei sobre os vencimentos dos brasileiros. 
A independência é feita todos os dias na luta dos sem terras, nas greves e nos movimentos sociais que pululam Brasil a fora. Nas associações de moradores que procuram os alcaides de plantão para melhorar a iluminação pública ou os buracos nas ruas, além dos estudantes que se organizam para reivindicar melhores condições de ensino e certamente faz história na luta por melhores condições de vida no país.
A independência do Brasil tem que ser feita pelos brasileiros e as manifestações de rua através do "Grito dos Excluídos", contra a corrupção e consequentemente na luta por um Brasil bem diferente e melhor para todos nós. D. Pedro deu o grito e nós temos que continuar a gritar todos dias pela independência do país. E assim construir um Brasil de todos indistintamente. Com paz, amor e fraternidade. Brasil!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

EU VOU ESCUTAR MPB OU MÚSICA CLÁSSICA

José de Arimatéa dos Santos
Ligo o rádio ao meio dia nessa Rondônia quentíssima e o equilíbrio do debate dos problemas nacionais, nada. Logo de início dois radialistas conversam entre si as mesmas opiniões das viúvas da ditadura militar e como sempre criminalizam os movimentos sociais. Sem terra, sindicalismo e minorias,... Tome a criminalizar. Mesma opinião da revista veja e P.I.G. em geral. Noutra estação de rádio o condutor do programa já dá sua opinião antes do entrevistado e já coloca questionamentos quanto ao voto aberto nos parlamentos. Acredita ele que é necessário limitar esse voto aberto. Oh, cara pálida, o dono do mandato do vereador, deputado ou senador é o eleitor. O parlamentar deve explicações de suas opiniões e votos à sociedade que paga e como paga bem todos eles para votar e melhorar a vida de todos nós!
Democraticamente mudo de estação e vou escutar MPB que é bem melhor. Por isso que esses mesmos de cima tem um medo incrível de mudanças na imprensa. Qualquer mudança proposta pelo governo já vem dizer que fere a liberdade de imprensa. Rádio é uma concessão pública e como tal todas as opiniões devem prevalecer. Mesmo aquelas que o "dono" da rádio não goste. Democracia é o sistema que tem privilegiar os contrários e o contraponto é mais do que necessário.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

VOTO ABERTO

Imagem: Google Images
A Câmara dos Deputados aprovou a PEC do voto aberto em todas as votações nos parlamentos brasileiros. E a proposta a Constituição já está no Senado para ser apreciada e votada. Acredito que essa votação pela unanimidade dos 452 deputados presentes na sessão significa uma resposta ao mal estar da não cassação do deputado presidiário Natan Donadon.
A população brasileira que foi ás ruas pediu e pede mais decência na política e consequentemente transparência nos atos dos deputados, senadores e demais políticos. Não tem como concordar com decisões debaixo do pano, na surdina e no arrepio da grande vontade da maioria da sociedade.
Fico preocupado com opiniões como a do senador Aécio Neves(PSDB/MG) que entrevistado no Jornal do Senado defende o voto aberto tão somente em casos de cassação de mandato. Eu considero isso uma piada. Mas vindo de onde veio não poderia ser diferente. Parece que o senhor senador não entendeu o que foi aprovado pela Câmara. O voto tem que ser aberto em tudo. Esconder a opinião pra que? Qual o interesse em não defender a transparência? Estranho.
O Voto tem que ser aberto, pois o político tem que prestar contas de seu mandato a todo instante. Foi eleito e no exercício do mandato não tem que esconder nada. Essa é a hora agora do senado responder e aprovar o que veio da Câmara para sepultar de vez todo voto secreto em todas as casas legislativas do país. Voto Aberto e já!

domingo, 1 de setembro de 2013

NATUREZA, FUTURO

José de Arimatéa dos Santos
A natureza é bela e sábia. Tantos lugares de uma beleza incomensurável e que a todo instante é importante reverenciar. Além disso, completa todo um quadro perfeito entre os animais, plantas e fenômenos naturais. Quando digo quadro perfeito estou se referindo a grande necessidade da exploração por parte dos seres humanos das riquezas naturais, porém com muito cuidado para não influenciar em todo o processo bioquímico do planeta.
A preservação das florestas, o cuidado com o lixo e com a água são fatores que aliados aos menores impactos das indústrias ao meio ambiente, fazem com que a humanidade e demais seres vivos tenham um futuro em que os recursos naturais estejam presentes para a exploração com sustentabilidade e que a distribuição dessas riquezas sejam equânimes e de uma forma que não exista mais tanta desigualdade social no mundo.
Só assim para ter alguma lógica a existência dos seres humanos pela face da terra. É sabido que o ser humano é um predador voraz por natureza e assim só com a consciência ecológica para que se pense no futuro pelo menos igual ou melhor que no presente que vivemos. Outro dia li um pensamento que resume toda essa minha ladainha. Mais ou menos diz que tudo que usufruímos da natureza em nossa breve existência, significam tão somente empréstimos e quem realmente é dona de tudo que aí está são as gerações que estão por vir. Portanto, explorar com cuidado, pois os verdadeiros donos do planeta são os nossos descendentes. Vamos pensar no futuro.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

A SEMANA

José de Arimatéa dos Santos
Aqui em Rondônia a semana começou bem diferente e até ontem o frio deu as caras. Quando a temperatura diminui por essas bandas da amazônia pode ter certeza que é notícia. De uma hora para outra o tempo muda. Temperaturas acima de 30 graus e de um dia para outro as temperaturas variam de 14, 15 graus. Olha só que diferença. Antigamente era somente uns dias no mês de junho. Ultimamente até começar o inverno amazônico o frio aparece.
Outro fato e que o Brasil inteiro lamentou e reclamou foi a a não cassação do deputado federal Natan Donadon que está preso. Infelizmente o espírito de corpo de boa parte dos deputados em Brasília prevaleceu. Simplesmente mais um tapa na cara de toda a sociedade brasileira que quer ver decência e ética na política e em todos os setores da sociedade. Não dar mais para conviver com fatos dessa natureza em que os "representantes do povo" se escondem no tal do voto secreto e não respeitam a população. Por isso é importante voto aberto em todos os momentos e em todos os parlamentos. Não se admite mais o corporativismo e a falta de vergonha de parte da Câmara dos Deputados.
E como estamos a começar um novo mês que seja de mais felicidade e ótimas notícias. E assim a vida prossegue na luta de todos nós no trabalho, família e na sociedade. Que a paz, fraternidade e o amor prevaleçam. E assim caminha a humanidade e que seja de uma forma bem diferente e melhor.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

BELEZA E SIMPLICIDADE

José de Arimatéa dos Santos
Só uma flor de cores branca e amarela. Que beleza. Tão simples e ao mesmo tempo de uma enormidade tão grande pela capacidade de enebriar os amantes da poesia e da natureza. Oh, só as flores para deixar cada vez mais leve a nossa vida. 
As flores que embelezam todo e qualquer ambiente e o melhor de tudo isso é lição que as flores a todo instante nos dá: Vida, muita beleza e a simplicidade que deve reger a vida de todo ser humano. Só o simples que é belo e deve exaltar a existência tão efêmera e que deve ser com amor, paz e harmonia.

domingo, 25 de agosto de 2013

VIVA A VIDA!

José de Arimatéa dos Santos
O dia começa e sinto que tudo está diferente e quando abro a porta dou de cara com um um dia bem cheio de vento. Venta. E com isso o tempo está mais fresquinho. Que diferença de temperatura! Amazonicamente posso falar que faz frio. Por que amazonicamente? Ué, é um calor tão grande que perdura sempre aqui em Rondônia e quando amanhece num ventinho, certamente o frio se estabelece. Não é o frio que vem lá do sul, porém faz com que a nossa alimentação seja mais quente para o aquecimento tão necessário e o dia prossegue tão bom. Quem estiver bem acompanhado... Sem comentários. Eu que só estou curto de uma outra forma. Música, uma bebida que faz a reflexão surgir tão naturalmente e a vida a pensar e acreditar que amanhã será sempre e é diferente.
Conjecturas, reflexões e assim caminho ao logo do dia numa certeza que os momentos presentes podem e vão melhorar mais ainda no futuro que já é hoje em cada segundo que vai passando. Vivo a vida como ela é. E tem que ser assim com muita alegria que se estabelece em cada sensação da maravilha que é a vida. Assim caminho e continuo na luta por momentos cada vez mais felizes. Agradecer e viver cada segundo da vida com muito amor e paz no coração. Viva a vida!

sábado, 24 de agosto de 2013

TEMPO DE CALOR


José de Arimatéa dos Santos
Dias quentes a deixar os dias tão claros. Ah, só mais chuvas para melhorar tudo isso!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

QUEIMADAS URBANAS

Tocar fogo em lixo, folhas e restos de galhos de árvores contribui e muito para que o nosso meio ambiente fique cada vez mais insuportável. Certamente a dona de casa quando sente o cheiro de fumaça e suas roupas no varal fica deveras preocupada pelo cheiro característico da fumaça que se impregna nas roupas deixando-as sujas. O problema das queimadas é mais preocupante devido o clima seco desse período em que praticamente não chove. Juntam-se a tudo isso a poeira e o calor que favorecem a um quadro danoso para quem sofre de problemas respiratórios. Nisso, os hospitais públicos recebem mais pacientes para tratamento e assim acarreta mais despesas médicas para o município e para os cidadãos.
José de Arimatéa dos Santos
É no final da tarde que em todo redor da cidade se sente e vê um clima pesado advindos da poeira, vento, calor e fumaça. É bom enfocar que além dos problemas acima citados que as queimadas urbanas reforçam a poluição, pois o lixo incinerado produz gases tóxicos que podem causar doenças crônicas. Nem vou me alongar ao crime ambiental quanto à saúde do planeta terra através dessas queimadas e a proliferação de gases na atmosfera.
Louvável a atitude do M.P.(Ministério Público) que desencadeou uma campanha de conscientização para que os moradores de Santa Luzia do Oeste abandonem essa prática danosa a ecologia e a saúde de todos residentes nesse município rondoniense. Importante que folhas e demais resíduos sejam acondicionados devidamente e postos em local estratégico para que a coleta municipal de lixo os recolha e dê o necessário destino.
O fim das queimadas urbanas representa a verdadeira evolução de cada cidadão consciente numa certeza que a solidariedade e a fraternidade entre todos os entes da comunidade santaluziense significam o real cuidado e a preocupação com os rumos dessa próspera e jovem cidade.
 

 

domingo, 18 de agosto de 2013

CLIMA SECO

José de Arimatéa dos Santos
Por essas bandas da amazônia, mais precisamente Rondônia, nesse período do ano prevalece esse clima que nos traz alguns transtornos. As chuvas diminuem e como diminuem e a poeira toma conta. Certo que esses dias o frio deu uma passadinha. Aliviou um pouco as altas temperaturas. Foi muito bom.
O que me preocupa são as queimadas urbanas. Ainda bem que as queimadas na zona rural diminuíram e praticamente não se vê mais essa prática. Enquanto isso na cidade alguns desavisados ainda tocam fogo em lixo e folhas das árvores. Chega o final do dia e a cidade num fumacê só e o clima mais pesado ainda. A dificuldade de respirar é latente e a revolta de que tem problemas respiratórios.
O alento vem do trabalho de conscientização do Ministério Público para que toda comunidade tenha a devida consciência em não fazer as famosas queimadas urbanas. Junta tudo em recipientes próprios e coloca em local estratégico para que a coleta municipal de lixo os recolha e dê o destino correto a esses dejetos.
Somente através da solidariedade e consciência ecológica pode-se acabar com essa prática danosa ao meio ambiente. E as pessoas que têm problemas de saúde devido ao clima desse período, acrescidos às queimadas agradecem e o nosso clima já seco, esperam novos dias sem poluição das queimadas e uma melhora na qualidade de vida.

sábado, 17 de agosto de 2013

PARABÉNS, BARBALHA

José de Arimatéa dos Santos
Nesses 167 anos da cidade de Barbalha(CE) quero fazer um contraponto e em vez de exaltar os de sempre e que cansamos de ouvir falar e que comandaram e ainda comandam essa cidade, fazer a justa e merecida homenagem ao mais simples barbalhense que trabalha dia após dia para colocar o pão de todo dia na mesa pro seus filhos. Cidade em que alguns ainda fazem aquela famosa pergunta tão barbalhense:
-Você é filho de quem?
Por aí se vê que prevalece o sobrenome em detrimento do ser humano, do cidadão e uma verdadeira casta desde sempre "manda" na cidade.
Cidade de uma elite tradicionalíssima e que chega às raias de censurar e proibir a apresentação de peças teatrais. É o que diz o historiador José Airton de Farias em seu livro "História do Ceará" de 2009 em sua 5ª edição, página 385. O fato histórico se refere ao grupo de teatro "Gruta" que nos anos 66 e 68 do século passado fazia caravanas pelo interior do Ceará e a crítica do grupo era em cima da ditadura militar vigente. "A crítica transmitida pelo Gruta fez com que algumas de suas peças fossem censuradas pela Ditadura e uma apresentação em Barbalha proibida." Esse fato da proibição me remete a apresentação cultural do CEB(Centro Estudantal Barbalhense) no final dos anos 80 quando alguns desses da elite barbalhense chegaram a acabar, através da força policial, a manifestação de estudantes através das artes.
E finalmente por si só a cidade é um contraponto em tudo. Tradição da religiosidade católica juntamente com a liberdade do carregamento do "Pau da Bandeira" em homenagem ao padroeiro Santo Antônio em que prevalece a aguardente e a força do trabalhador que traz para a cidade a maior simbologia das festas populares. No dia do "Pau da bandeira" a cidade só é tradicional nos seus casarões que nos remetem ao tempo da escravidão e do senhor de engenho. Talvez daí se explica o apego dessa elite barbalhense por ditaduras e ditadores, não aceitar que o filho do pobre estude e acreditar que somente os rebentos deles podem ser "doutores".
Mesmo assim e mesmo de longe parabenizo minha terra querida onde nasci e a mais de 21 anos estou fora numa esperança que seu povo trabalhador, que é maioria, possa transformá-la e começar fazer uma outra história em que prevaleça o ser humano e sua importância pelo o que cada barbalhense é independente de sobrenome ou posição social. Parabéns, Barbalha!

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

BARBALHA DOS CARIRIS

José de Arimatéa dos Santos
Essa imagem me faz lembrar da terra natal. O lugar onde nasci e vivi boa parte de minha vida. Lembranças do tempo que ia as aulas de catecismo para aprender a rezar direitinho. Quantas vezes passava por essas ruas e contemplava a beleza da igreja matriz da cidade de Barbalha.
Quando de uma das voltas para passar as férias num domingo à tarde procurei registrá-la por um outro ângulo e que poucos registram. Igreja de uma beleza incomparável e que representa o sentido maior de ser barbalhense.
Barbalha, cidade tão tradicional que chega ao extremo de uma elite até preconceituosa e que difere e como difere de sua periferia que considero o centro desse rincão tão caririense. Bem no sopé da grande Chapada do Araripe e de um povo de muita cultura popular e que leva aos quatro cantos do mundo seu jeito barbalhense de ser. Sem os preconceitos de alguns e sim a verdadeira alegria de seu povo que mora do Rosário ao Alto da Alegria e passando por Vila Santo Antônio e até o Arajara e Caldas. 
Tantos lugares especiais e Barbalha que centenariamente ultrapassa o tempo numa beleza de uma cidade de encontros tão cariris e de uma cearensidade brasileiríssima. Barbalha de todas as religiosidades e afins onde a fé se faz presente numa esperança de dias melhores e com oportunidades iguais para todos. Oh, Barbalha! Barbalha dos cariris.

domingo, 11 de agosto de 2013

ESTRADA, CAMINHOS

José de Arimatéa dos Santos
Para mim essa imagem diz tudo e me remete a muita coisa. Fico a pensar no que já fiz até ontem e sei que errei muito. Natural. Acredito que acertei mais, contudo que se pudesse voltar no tempo os erros seriam bem poucos. Ah! Todo mundo diz isso, não? Bola pra frente e acreditar no futuro bem diferente deste.
Como dói as rasteiras de alguns e o pior usando pessoas de mais alta estima para mim e o coração se espedaça, porém acredito que as retaliações só diminui quem as promove. Fico triste por essas e por muitas outras.
Sentimentos grandiosos afloram mesmo com as adversidades que teimam vez por outra aparecer. Vivo estou e pronto para mais embates e certo que a vitória não tarda nunca em aparecer. O dia de amanhã sempre está por aí. Mesmo numa noite de chuvas ou não, de relâmpagos ou calmaria, nasce o novo dia lindamente. E o novo dia chega com chuvas, nublado ou ainda com o sol a brilhar no horizonte.
Essa é a vida de mais vitórias mesmo com as pedras que colocam em nosso caminho. Vou em frente e certo do futuro bem diferente de hoje numa caminhada de grandes realizações. E onde o amor prevalece juntamente com a fraternidade e a justiça. Esse é o caminho.

sábado, 10 de agosto de 2013

E NÃO É QUE HOJE

José de Arimatéa dos Santos
Num calor tão grande desses dias e numa secura incrível ontem á tarde alguns pingos de chuva resolveram nos visitar e hoje pela madrugada ventos. Ventos frios e que muda toda o clima nessa querida Rondônia de todos os brasileiros de todos os cantos.
E mesmo com os ventos mais frescos o sol brilha e muito forte que nos inspira num banho fresquinho em qualquer rio amazônico, rondoniense. Belezas mil de um estado tão bonito e maravilhoso.
A imagem diz tudo e num frescor de águas tão cristalinas e numa sombra só para passar o tempo e esquecer de tudo. Natureza perfeita e que continue para toda a eternidade e para as gerações futuras.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

E RONDÔNIA NAS MANCHETES DE JORNAL

José de Arimatéa dos Santos
Estado em franco desenvolvimento e de um povo vindo de todas as partes do Brasil. Fatos que fazem a riqueza desse rincão mais valorizado ainda. Claro que a devastação de suas florestas continua a todo vapor, mesmo com a fiscalização e o trabalho dos órgãos ambientais. A consciência ecológica que só com sustentabilidade pode e deve caminhar para que Rondônia tenha um crescimento sólido e cada dia mais mais prosperidade para todos nós rondonienses.
Estado amazônico e de localização estratégica para todo o país e que suas riquezas devem ser preservadas para que as gerações futuras possam usufruí-las da maneira mais correta onde os erros do passado não se repitam. Produção agrícola e pastoril é grande, além de um parque industrial com grande potencialidade, contudo vale ressaltar que o meio ambiente deve ser preservado.
Rondônia de vários sotaques e muito mais culturas. Estado muito bonito, porém com alguns políticos que envergonham a grande maioria dos rondoniense. Esses representantes do povo merecem as punições da justiça para a tão necessária depuração. Esquecido pela maioria dos brasileiros ou ás vezes zombado, Rondônia caminha firme para um futuro que já é presente.