terça-feira, 19 de junho de 2012

ÁRVORES

José de Arimatéa dos Santos
Tem certas imagens que impactam e para mim as árvores sempre me fascinam pela beleza e também pelo ar  de magnitude que imprimem. Seres autotróficos que só dependem da luz e da água para sobreviverem e partindo dessa premissa se vê quanta sutileza e ao mesmo tempo simplicidade caracterizam a biologia de uma árvore.
Outro aspecto é de ser mil e uma utilidade para a humanidade. Qualquer olhada ao nosso redor vamos encontrar alguma peça da nossa casa ou do local de trabalho e até mesmo na rua que tenha origem nas árvores.
Olha quanta importância tem a árvore. Dá-nos sombra, frutos para a nossa alimentação e também flores para embelezar e dar um toque sutil de delicadeza nesse mundo. A árvore tem uma importância tão fundamental que para o desmatador que usa o seu machado ou a motossera para assassiná-la nem de longe capta essa importância.
Aí o outro vai dizer que é necessário o corte da árvore para o desenvolvimento. Tudo bem. Desde que seja de maneira responsável, ou seja, sustentável. Não se pode derrubar todas as árvores de uma área. Ainda bem que a lei reza direitinho quanto de árvore pode-se derrubar numa propriedade.
A árvore faz bem para todos os animais e é tanto que com o desmatamento e o avanço de áreas urbanas nas áreas rurais os animais invadem as cidades. Basta prestar atenção nos noticiários em que se noticia onças, jacarés e outros animais silvestres nas cidades.
Beleza e muita vida. Só as árvores têm essas características que as deixam mais importantes e exemplo para toda a humanidade ter a verdadeira noção de simplicidade e ao mesmo tempo de amor.  

Um comentário:

Cristina Lira disse...

Olá meu querido Arimatéia!
Que post magnifico, que percepção maravilhosa essa sua em falar do verde, daquelas que dão o coloiido e o ar da graça as nossas matas.
Amei o post, sou biologa e me senti em casa.

tenha um excelente dia meu amigo....
Bjos no coração!!!